Netflix retalia Spacey

Por O Dia

O ator americano Kevin Spacey revelou "viver como gay"no pedido de desculpas ao ator Anthony Rapp, que o acusou de tê-lo assediado sexualmente em uma festa em 1986, quando este tinha 14 anos. Spacey fez o anúncio ontem de madrugada no Twitter, depois das acusações de Rapp ao 'Buzzfeed News'.

O escândalo custou caro ao veterano: Spacey, de 58 anos, duas vezes ganhador do Oscar e estrela da série 'House of Cards', da Netflix, respondeu horas depois, dizendo que estava "mais do que horrorizado" com o relato de Rapp e que não se lembrava dos fatos. Mas, "se me comportei como descreve, lhe devo minhas mais sinceras desculpas pelo que teria sido uma atitude em estado de embriaguez das mais inapropriadas".

Segundo Rapp, Spacey de fato cambaleava, "aparentemente bêbado", o empurrou para sua cama e se esticou por cima. "Ele estava tentando me seduzir", disse Rapp.

O escândalo, segundo a imprensa americana, jogou a pá de cal em 'House of Cards', cuja renovação já estava na corda-bamba. Agora teria sido cancelada de vez.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência