Segurança de 157 é preso

Ele foi detido em Nova Iguaçu. Antes disso, dois corpos foram achados na Rocinha

Por O Dia

Um homem acusado pela polícia de ser segurança do traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, foi preso no fim da tarde de ontem pela PM em Nova Iguaçu. Adaílton da Conceição Soares, conhecido como Mão, de 32 anos foi preso na casa de uma tia e não resistiu à prisão, segundo os policiais.

O acusado foi preso por policiais do setor de inteligência da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e da UPP do Jacarezinho, que o levaram para a 11ª Delegacia de Polícia (Rocinha) no fim da tarde de ontem. Imagens feitas em 2015 mostram o acusado circulando armado em vários pontos da Rocinha.

O comandante da UPP Rocinha, major Daniel Cunha Neves, informou que ontem foi a melhor oportunidade para prendê-lo sem colocar em risco inocentes. "Para nós é de suma importância conseguir efetuar essa prisão. Ela já vinha sendo procurado desde 2005", afirmou.

Rogério 157, que continuava foragido ontem, é um dos responsáveis pelo confronto entre criminosos na Rocinha, segundo a polícia. Ele teria rompido com o antigo aliado Antônio Bonfim Lopes, o Nem, preso desde 2011, que teria dado ordens para seu bando 'retomar' o tráfico do local.

Na manhã de ontem, dois homens foram encontrados mortos na parte alta da favela, perto da Rua 1. PMs da UPP Rocinha informaram que foram chamados por moradores para o local onde estavam os corpos e acionaram a Delegacia de Homicídios, que fez perícia no local. Os corpos tinham muitos ferimentos, principalmente na cabeça.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro