Filha de Beira-Mar perto da Câmara

Familiares de traficantes já tiveram cargos comissionados

Por O Dia

A influência de Fernandinho Beira-Mar em Duque de Caxias continua mesmo com a prisão do criminoso em presídio federal de segurança máxima. Como revelou a coluna 'Informe do DIA', a filha do traficante, Fernanda Izabel Costa, está prestes a assumir um mandato de vereadora do município da Baixada Fluminense.

Além disso, entre 2012 e 2017, passaram pela Câmara de Caxias, como funcionários em cargos comissionados, pelo menos oito familiares de Beira-Mar, que recebiam até R$ 6.800. Três dos familiares, Edite Alcântara (sogra), Débora Cristina (irmã), e Thuany Moraes (filha) foram exoneradas em maio após deflagração de operação da Polícia Federal. Na ocasião, Edite e Thuany foram presas e Debora Cristina levada coercitivamente para depor.

A filha de Beira-Mar, conhecida como Doutora Fernanda, disputou as eleições municipais de 2016 pelo Partido Progressista (PP) e conquistou 3.098 votos, o que lhe valeu uma vaga de suplente. Agora, por conta de um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça do Estado contra o vereador Sebastião Ferreira da Silva (PP), o Chiquinho Grandão, acusado de envolvimento com milícia, ela pode herdar o cargo. Entretanto, a cassação do mandato de Chiquinho Grandão ainda depende de processo a ser instaurado pela Câmara de Caxias.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro