Dois PMs mortos em menos de 24 horas

Por O Dia

Dois policiais militares foram assassinados em menos de 24 horas. O cabo Marcos dos Santos Bernardo de Lanna, de 35 anos, havia saído do trabalho na manhã de ontem, e foi baleado por criminosos quando passava de carro pela Rua Ambaitinga, na Ilha do Governador, a poucos metros de casa. Na noite de terça, um sargento da PM foi morto a tiros em Queimados. Com os dois casos, sobe para 107 o número de policiais mortos no Rio apenas neste ano.

O corpo de Marcos, que era lotado no 4ª BPM (São Cristóvão) e atuava na UPP do Caju, foi enterrado ontem à tarde, em Sulacap. Horas antes, no IML, familiares desabafaram sobre a falta de infraestrutura na corporação. "O sonho dele era defender a população que está sofrendo mas, hoje, nem os policiais conseguem fazer a própria segurança por causa dos armamentos defasados", desabafou Sérgio da Silva, tio do PM.

O sargento Marcelo Galvão, que era lotado no 24ª BPM (Queimados) e estava de folga, foi abordado por bandidos em uma moto na Rua Major Ávila, no bairro Jardim Alzira. Ele foi morto a tiros.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro