Cerco e tiro na Lagoa Rodrigo de Freitas

Após assalto a loja de celulares em Ipanema, homem rende taxista para fugir mas é baleado por policiais militares

Por O Dia

Um dos principais cartões postais do Rio foi tingido de sangue, na manhã de ontem. Após uma perseguição e cerco policial, os tiros roubaram a tranquilidade no bairro da Lagoa, um dos mais nobres da cidade. A ação começou no não menos chique bairro de Ipanema, onde bandidos armados assaltaram uma filial da loja da Tim, pela manhã, na Rua Visconde de Pirajá. Na saída da loja, os criminosos foram surpreendidos por policiais e seguranças do comércio local.

Para tentar escapar da prisão, um suspeito identificado como Marcus Vinicius O. Xavier, de 20 anos, rendeu um taxista. Avisada por populares, a polícia iniciou a perseguição e conseguiu interceptar o veículo próximo à Curva do Calombo, na Lagoa Rodrigo de Freitas. Os policiais tentaram negociar a rendição do suspeito, mas como ele ameaçava matar o taxista, os PMs atiraram, baleando Xavier, que tem contra si três mandados de prisão em aberto por roubo, segundo a PM. Ele foi socorrido pelos próprios policiais e levado para o Hospital Miguel Couto, onde permanecia internado até a noite, em estado grave.

Refeito do susto, o taxista José Arimateia Felipe, 42 anos, contou na delegacia que Xavier pediu para levá-lo à Feira de São Cristóvão, mas um pedestre alertou o motorista de que o homem era bandido. "Ele ficou nervoso e se irritou. Ficava dizendo 'mete o pé, se não vai morrer'", lembrou o taxista, que elogiou o profissionalismo dos policiais. "Os PMs pediram para ele sair, mas ele não desceu do carro. O bandido chegou a dizer para eu furar o bloqueio dos policiais", destacou o taxista, que temeu pela própria vida.

O 2º sargento do 23º BPM (Leblon), que se identificou apenas como Fortes, disse que somente após o suspeito ser dominado é que constataram que ele não estava armado. "Mas ele a toda hora ameaçava matar o taxista. Por isso, uma negociação seria impossível", explicou. A polícia conseguiu recuperar duas bolsas com celulares e modens, que foram roubados da TIM. De três a cinco criminosos participaram da ação, mas apenas Marcus Vinicius foi detido. O caso foi registrado na 14ª DP (Leblon).

Granada em Laranjeiras

Um tiroteio entre bandidos em fuga e PMs assustou os moradores de Laranjeiras, na Zona Sul, na manhã de ontem. Por volta das 6h, bandidos foram abordados por policiais do 4º BPM (São Cristóvão), no Viaduto 31 de Março, no Catumbi, mas não obedeceram a ordem de parada. Segundo a corporação, eles fugiram pelo Túnel Santa Bárbara, no sentido Laranjeiras, e jogaram uma granada em direção aos PMs, mas ninguém ficou ferido. Um dos disparos atingiu o veículo dos bandidos. Eles abandonaram o carro, fugiram a pé e roubaram outro veículo na Rua Pereira da Silva.

Galeria de Fotos

Famílias que festejavam o Dia das Crianças entraram em desespero entre os brinquedos do Play Kids na noite de quinta-feira, em N. Iguaçu Estefan Radovicz/Agência O Dia
O taxista disse que foi ameaçado e elogiou o trabalho dos PMs. O vidro do carro foi quebrado pelo tiro Luiz Ackermann / Agência O Dia
Estilhaços da granada lançada por bandidos ficaram na calçada Luiz Ackermann / Agência O Dia

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro