Prefeito diz estudar novo sistema

Por O Dia

O prefeito Marcelo Crivella elogiou o trabalho de investigação da Polícia Civil e prometeu buscar mecanismos para evitar possíveis fraudes no sistema de estacionamento. "Vou chamar o sindicato dos guardadores porque eles são os maiores interessados nisso, para que a gente possa estabelecer um outro sistema, não apenas esse de tíquetes. Acredito que nós possamos ir para sistemas mais modernos, sem causar desemprego, mas que evite fraudes no futuro", comentou.

A CET-Rio, responsável pelas placas na cidade, informou que está apoiando a investigação da 12ª DP fornecendo o cadastro das áreas de estacionamento rotativo regulamentadas e acompanhando os policiais na verificação da autenticidade da sinalização. Segundo a CET-Rio, foram identificadas e trocadas 36 placas irregulares nas ruas Hilário de Gouveia, Paula Freitas e República do Peru. O órgão pede que motoristas denunciem as irregularidades pelo telefone 1746. A prefeitura gasta em média R$ 1,5 milhão com depredações e roubos de placas de sinalização por ano.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro