MC Tikão acusado de ajudar bandido

Por O Dia

O funkeiro Fabiano Batista Ramos, conhecido como MC Tikão, teria ajudado Rogério Avelino Silva, o Rogério 157, um dos chefes do tráfico da Rocinha, a fugir da favela, durante o cerco das Forças Armadas, no mês passado. Ele foi preso ontem, por policiais da Delegacia de Combate às Drogas(Dcod), em uma casa de alto padrão na Taquara, Zona Oeste do Rio. Com dois andares e piscina, a casa não estava no nome do funkeiro, mas a polícia chegou ao seu paradeiro através de informantes. "Tikão foi o responsável por intermediar a ida do Rogério 157 para o Comando Vermelho. Ele frequentava a Rocinha há muito tempo, amigo de Rogério 157, e ajudou a conseguir apoio do chefe do tráfico do Turano", afirmou o delegado Felipe Curi, titular da especializada. A delegacia também já conseguiu traçar todo o trajeto feito pelo bando até o Turano. Uma parte foi pela mata, e a outra por motos.

Tikão é conhecido por músicas polêmicas. Em uma das letras, homenagearia Rogério 157."Você pode ser bandido,traficante 157", diz a letra. Em outro funk, ele canta "Tô planejando ficar rico esse ano, vou fazer um assalto a banco, para minha vida melhorar". Em suas redes sociais, há fotos ao lado de celebridades, como o jogador Adriano e a cantora Ludmilla. Curi afirmou que as celebridades não estão sendo investigadas.

A delegacia já identificou outras 26 pessoas que já tiveram a prisão decretada que participaram nos confrontos que ocorreram na Rocinha.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro