Megaoperação contra pedofilia prende 108 pessoas

Policiais de 24 estados e do Distrito Federal atuaram juntos. No Rio, dois homens foram presos em flagrante em Barra Mansa e Nilópolis

Por O Dia

Mais de mil policiais civis de 24 estados e do Distrito Federal fizeram ontem, uma megaoperação contra a pedofilia. Não havia mandados de prisão, mas 108 pessoas foram presas em flagrante até o fim da tarde de ontem. De acordo com a polícia, os agentes encontraram material pornográfico envolvendo menores de idade nos computadores dos suspeitos.

Ao todo, foram cumpridos 178 mandados de busca e apreensão. No Rio, dois homens foram presos em flagrante em Barra Mansa, no Sul Fluminense, e em Nilópolis, na Baixada Fluminense. Os agentes também atuaram em São Gonçalo.

A operação Luz na Infância é resultado de uma investigação de seis meses coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, em parceria com secretarias de segurança regionais, polícias civis e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

Em São Paulo, foram 31 mandados de busca e apreensão na capital e no interior. Ao menos 27 pessoas haviam sido presas no estado paulista. No Distrito Federal, foram cinco e, em Minas Gerais, três.

"A internet facilita esse tipo de conduta criminosa e, via de regra, os criminosos agem nas sombras e guetos da rede mundial de computadores. Luz na Infância significa propiciar às vítimas o resgate da dignidade, bem como tirar esses criminosos da escuridão para que sejam julgados à luz da Justiça", destacou um trecho da nota divulgada ontem pela Polícia Civil.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro