Volante quebra na mão de motorista

Por ASSINATURA REPÓRTER

O volante do ônibus da linha 350 (Passeio-Irajá) quebrou na mão do motorista enquanto ele manobrava em direção ao ponto final, na Rua Augusto Severo, na Glória. A cena impressionou passageiros e expôs a condição crítica de conservação dos coletivos da cidade.

A Secretaria Municipal de Transportes afirmou que vai intensificar a fiscalização da linha. A pasta alegou ainda que a aplicação de multas, tanto disciplinares quanto de trânsito, "dependem do ato flagrante da fiscalização".

Já a Viação Rubanil informou que houve uma quebra da estrutura que prende o volante ao eixo de direção. A empresa declarou que "o problema não é passível de vistoria prévia". O veículo foi encaminhado para a garagem, o reparo foi feito e o ônibus retornou à operação. O restante da frota será reavaliado.

Segundo o Rio Ônibus, sindicato que representa as empresas de ônibus, esse é o primeiro registro de quebra de volante na empresa. O sindicato alegou que a crise financeira do setor tem afetado a renovação e a manutenção da frota.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro