Vigilante acaba morto após assalto a carro-forte

Crime ocorreu no Centro de Niterói. Outro segurança ficou ferido e suspeito foi preso

Por O Dia

Houve intensa troca de tiros entre vigilantes e bandidos no assalto ao carro-forte no Centro de Niterói
Houve intensa troca de tiros entre vigilantes e bandidos no assalto ao carro-forte no Centro de Niterói - Bernardo Costa

Um vigilante foi morto e outro ficou ferido durante assalto a um carro-forte, na manhã de ontem, no estacionamento do Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói. O crime ocorreu por volta de 10h, quando bandidos atacaram os agentes no momento em que eles chegavam para abastecer caixas eletrônicos. Houve intensa troca de tiros. O segurança Francismar Marques Bezerra, 37 anos, foi atingido na cabeça e morreu no local. O seu colega Carlos Roberto de Oliveira, 25, também foi baleado e levado para o Complexo Hospitalar de Niterói, onde permanece internado em estado grave. Segundo a Polícia Civil, um suspeito de participar do assalto foi preso.

Após o confronto, os bandidos fugiram num Mitsubishi Outlander blindado. Na Avenida Feliciano Sodré, próximo à Rodoviária Roberto Silveira, o carro colidiu contra um ônibus. PMs do 12º BPM (Niterói) chegaram a trocar tiros com os bandidos no local. Mesmo avariado, o veículo seguiu até São Gonçalo, onde foi abandonado pelos bandidos na praça do bairro Covanca. Segundo testemunhas, o bandidos teriam levado um malote de dinheiro. Mas a PM não confirmou.

Segundo a PM, o suspeito capturado estava ferido dentro carro, onde foram encontradas munição e cápsulas deflagradas de fuzil e colete à prova de balas com o emblema da transportadora de valores.

O veículo foi levado para a Divisão de Homicídios de Niterói, que investiga o caso. Segundo o Complexo Hospitalar de Niterói, Carlos Roberto de Oliveira foi atingido na cabeça, mas encontra-se lúcido e seu quadro de saúde é estável, apesar de grave. Francismar deixa mulher e três filhos.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro