Ingresso do Sambódromo será vendido na Internet

Por O Dia

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de janeiro (Liesa) anunciou, ontem, as mudanças no sistema de venda de ingressos para o Carnaval 2018. A principal novidade é a compra pela internet, que começa amanhã, mas apenas para os clientes do cartão Elo. A exclusividade se estende até o dia 20 de novembro, mas vale só para as arquibancadas especiais. A partir do dia 21, os ingressos para todos os setores poderão ser adquiridos também por clientes das outras bandeiras de cartão de crédito credenciadas Visa e MasterCard.

Segundo o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, o objetivo é facilitar a compra para pessoas de fora do Rio. Os ingressos adquiridos pela internet poderão ser retirados no dia do desfile. Antes, compradores de outras cidades precisavam vir até o Rio para retirar o bilhete.

O limite é de quatro ingressos por CPF. Não há restrição à compra de meias-entradas, mas é necessário apresentar comprovante na hora do pagamento.

Os preços da inteira para arquibancadas especiais variam entre R$ 140 a R$ 320. As numeradas vão de R$ 300 a R$ 500; as populares, de R$ 5 a R$ 10, e as cadeiras individuais, de R$ 140 a R$ 190.

Segundo o coordenador de vendas da Liesa, Heron Schneider, o Carnaval é diferente de outros eventos. "São 12 setores, cada um com três tipos de ingresso, por isso não havia vendas online".

Um quarto dos ingressos serão reservados às vendas por telefone, que começarão no dia 13 de janeiro. Quem optar por essa forma de compra deverá pagar em dinheiro e retirar os ingressos em uma agência do banco Bradesco, definida na hora da reserva.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro