Para especialista, ministro errou e população é que perde

Por O Dia

Especialistas condenaram a fala do ministro por fazer acusações graves sem provas e sem determinar investigação. "É inegável que as polícias do Rio precisam limpar de seus quadros quem usa as instituições para fins indevidos. Mas o ministro cometeu uma incontinência que o cargo não admite. Parece conversa de boteco. Se tomou conhecimento disso, deveria ter comunicado ao governador ou pedido ao Ministério Público ou à Polícia Federal para investigar", comentou o ex-secretário Nacional de Segurança José Vicente da Silva Filho. O delegado federal aposentado Antônio Rayol acredita que a integração do Rio com as Forças Armadas pode sofrer abalo. Destacou que a atitude do ministro demonstra omissão do governo federal. "A população tem a impressão de que a Secretaria de Segurança está sem comando. Está sem comando, mas quando o governo estadual pede ajuda e o governo federal não toma atitude, cada um joga a responsabilidade para o outro e a população fica perdida."

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro