Poesia numa hora dessas para suborno

Por O Dia

Maratona escandalosa/ Que de privilégio goza/ O que não se recomenda./ Apostando em rebordosa/ Já nem é mais sigilosa/ A colocação à venda./ Baixo clero e clero alto/ Na ladeira do planalto/ O país desce a rampa./ É um verdadeiro assalto/ Do roçado ao asfalto/ A latrina se destampa.

Antonio Francisco da Silva

Comentários