PCdoB de novo

Por O Dia

Coronel Castro criticou a iniciativa do PEN, que corteja Jair Bolsonaro, de 'roubar' o nome Patriotas
Coronel Castro criticou a iniciativa do PEN, que corteja Jair Bolsonaro, de 'roubar' o nome Patriotas - Arquivo O Dia

Jair Bolsonaro fechou, enfim, com o PEN futuro Patriota do presidente Adilson Barroso. Mas algumas questões locais estão pendentes. No Maranhão, Bolsonaro não aceita o apoio do federal Junior Marreca ao governador Flávio Dino (PCdoB). Aliás, foi o apoio do PSC local a Dino que motivou a desfiliação de Bolsonaro. No Rio, Bolsonaro quer emplacar um dos filhos presidente do diretório estadual do Patriota, mas o federal Walney Rocha também quer o comando. Problema para Barroso. E há pendências de palanque em Minas Gerais, com proximidade com PT.

Comentários