Alerta ao Governo

Por O Dia

O serviço público, que já anda devagar com a burocracia, pode parar. Servidores federais falam em Brasília em "greve geral" contra o ajuste fiscal do governo que prevê o adiamento do pagamento de reajustes e o aumento da contribuição do funcionalismo para a Previdência de 11% para 14%. O reajuste foi tema bastante debatido em reuniões com ministérios inclusive no Planejamento. "Vamos questioná-las via Judiciário. Haverá a movimentação nas ruas, e existe possibilidade de greve geral", adianta o presidente do Fórum Nacional de Carreiras Típicas de Estado, Rudinei Marques.

Direitos Salariais

Essa ministra dos Direitos Salariais, ops!,.. dos Direitos Humanos, Luislinda Valois (que saiu do anonimato), é apadrinhada do ministro palaciano Antonio Imabasshay.

Bateu, levou

Curioso que o episódio da ministra Valois, que tentou dobrar o salário, vaza dias depois de gente ligada a ela criticar o presidente Temer sobre a Portaria do 'trabalho escravo'.

Boletim

O único visto ontem na Câmara foi o presidiário Celso Jacob, que sofrera AVC e deixou o hospital. Outro com AVC, em estado grave em Minas, é o ex-deputado Edmar Moreira.

E o povo espera..

Falta de consenso e ausência do relator Ricardo Ferraço (PSDB-ES). Esses são os dois motivos para adiar a votação para 2018 da proposta de lei que reduz a maioridade penal. A afirmação é do presidente da CCJ, Edison Lobão (PMDB-MA). "Fizemos várias tentativas para votar (a proposta), mas não houve acordo", explica.

Buraco na pista

Situação anda tensa para o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), alvo da Operação Buracos da Polícia Federal. Lembrete: ele foi um dos agraciados em 2016 com o prêmio Transparência e Fiscalização da Câmara Federal, "pela clareza na gestão".

Quebra-mola$

Além do prefeito Marcus Alexandre, são alvos da investigação da PF, CGU e MP Federal a esposa dele, Gicélia Viana, servidores públicos e empresários. Suspeitos de desvios de R$ 700 milhões em recursos públicos do Dnit do Acre e Rondônia.

Dias contados

Difícil ter notícia boa no Câmara, mas vai essa: Projeto que exclui o DF e Goiás do Horário de Verão seguiu para CCJ e pode passar. Abrirá brecha para mais estados.

Turbinado

Além de determinar a composição de comissão especial para dar celeridade à tramitação da Lei de Abuso de Autoridade, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, determinou que outro projeto similar seja analisado pelo colegiado antes de ir a plenário. A proposta estava engavetada desde 2009 e é de autoria do senador cassado Demóstenes Torres.

Bolso'n Rio

Jair Bolsonaro toca a banda com sua música no Patriota do Rio. Emplacou no diretório estadual o filho Flávio, deputado estadual, e tirou da área o grupo do deputado Walney Queiroz, que exigia ficar. Flávio agiu rápido e promoveu a presidente do diretório em Nova Iguaçu um desafeto de Walney. Faltam acertos em Minas e Maranhão.

Aliados?

A turma do PMDB que cerca o presidente Michel Temer atrás de um ministério não dá folga. Deputados de Minas encabeçam a campanha contra a privatização de Furnas e Eletrobras. Entre eles, o federal Leo Quintão (PMDB), eterno cotado para uma pasta.

Aliás...

O deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), aliado de Temer e do grupo do senador Aécio Neves, também integra o grupo mineiro em frente suprapartidária pró-ministério.

Sinais da economia

A joint-venture de cartões de crédito da B2W e Cetelem (Submarino Finance e Digital Finance) registrou no 3º trimestre volume de R$ 846,7 milhões em transações aprovadas via cartões de crédito 16% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Ai, Nosso Saldo (ANS)

A Agência Nacional de Saúde (ANS), cobrada aqui ontem sobre leniência com planos que cobram por exames e consultas além da mensalidade (Coparticipação), esclarece 'que a normativa visa dar mais segurança aos beneficiários de planos de saúde e mais transparência aos processos de contratação das operadoras'. Tá bom.

Comentários