'Fake news'

Por O Dia

Brasília - Ministro da Defesa, Raul Jungmann, após reunião com o presidente Temer no Palácio do Planalto, fala sobre operação do Exército ao cerco a criminosos na Rocinha, no Rio de Janeiro (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - Ministro da Defesa, Raul Jungmann, após reunião com o presidente Temer no Palácio do Planalto, fala sobre operação do Exército ao cerco a criminosos na Rocinha, no Rio de Janeiro (Marcelo Camargo/Agência Brasil) - Marcelo Camargo/Agência Brasil/22.09.17

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, que conclamou o Centro de Inteligência do Exército a monitorar 'fake news' na internet nas campanhas eleitorais de 2018, provocou um ninho que agora pode mostrar talento. O Exército terá milhões do Orçamento do ano que vem para investir no setor em Brasília. Há exatos dois anos, o Centro de Inteligência promoveu um simulado de 'guerra eletrônica' e desafiou hackers a quebrar o sistema da Força. Os piratas acessaram a intranet e invadiram mais de 10 mil e-mails, de oficiais a generais, revelou a Coluna à época. A retomada do sistema foi um Deus nos acuda. E uma lição. O Exército se reforçou.

Comentários