METROVIÁRIOS

Por O Dia

Cerca de 2.600 ex-servidores da antiga Companhia do Metropolitano do Rio de Janeiro vão receber o dissídio coletivo de 1995/96, que garantiu o reajuste salarial de 4,44%. Segundo Héber Fernandes, presidente do Sindicato dos Metroviários do Rio de Janeiro, a categoria aguarda a execução da sentença. A preocupação é que apenas 1.500 se habilitaram a receber.

Comentários