SENHORES DOUTORES

Por O Dia

Luiz Werber-Bandeira
Luiz Werber-Bandeira - reprodução da internet

Luiz Werber-Bandeira, chefe do Serviço de Imunologia Clínica do Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia

Fale sobre seu trabalho.

A medicina é uma das profissões mais gratificantes, pois estamos ajudando e orientando os indivíduos que nos buscam, vibrando quando conseguimos auxiliar na qualidade de vida dos nossos pacientes e amigos, tanto física como psiquicamente.

Quais os sinais de baixa imunidade?

Os sinais de baixa imunidade, tanto nas crianças como nos adultos, são as infecções de repetição, com média de recorrência acima do esperado durante a vida do indivíduo.

Tem como prevenir?

A prevenção está na observação dos sinais e sintomas de infecções frequentes. Dependendo de cada caso, podemos prevenir com estimulação do sistema imunitário e até mesmo infundir, injetar anticorpos por via endovenosa.

Qual o futuro da medicina na sua área?

O futuro da imunologia-alergia já se faz presente através dos mais atuais tratamentos para as doenças graves imunitárias, com os imunobiológicos e, mais recentemente, a imunoterapia específica para o câncer, com resultados de êxitos no controle dessas doenças. Essas terapias, iniciadas nos últimos cinco anos, trouxeram o futuro para o presente.

Conte uma novidade?

Na quinta, será inaugurado o Novo Serviço de Imunologia e Alergia da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro sob minha chefia. Será um dos maiores serviços em espaço físico do Brasil, 410 m2, assim como um dos mais completos em atividades de terapias e ensino. Haverá atuação desde as doenças de rotina médica até o tratamento para asma grave e dermatite atópica de difícil controle, imunodeficiência infantil com infusão de anticorpos até a imunoterapia contra o câncer.

Comentários

Últimas de Diversão