Manutenção da proposta

Por O Dia

O relator da reforma, Arthur Maia (PPS-BA), afirmou ontem que vai defender a manutenção da proposta que muda a regra de cálculo dos benefícios previdenciários. Pelo relatório aprovado na comissão, a regra parte de um mínimo de 70% do salário de contribuição a partir do cumprimento do tempo mínimo de 25 anos. A partir daí, o ganho é de 1,5 ponto percentual ao ano entre 25 e 30 anos, 2 pontos percentuais entre 30 e 35 anos e 2,5 pontos percentuais entre 35 e 40 anos.

Comentários

Últimas de Economia