Por

A Aneel divulgou ontem que a bandeira tarifária para o último mês do ano será vermelha, mas no patamar 1, com custo um pouco menor, de R$ 3 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. Desde outubro, vigorava o patamar 2 na cobrança nas contas de luz, tarifa mais cara prevista na distribuição das bandeira e que implica a cobrança de taxa extra nas contas de luz de R$ 5 a cada 100 kWh consumidos, após reajuste anunciado no mês de novembro. Em setembro, seguiu a bandeira amarela, que aplicou taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh.

 

Você pode gostar
Comentários