Eleição no Vasco pega fogo de vez com troca de farpas

Euriquinho polemiza ao acusar Felipe de incentivar boicote no grupo. Ex-jogador diz que dirigente quer tumultuar ambiente

Por O Dia

Eurico Brandão deve ter Isaías Tinoco como novo gerente de futebol
Eurico Brandão deve ter Isaías Tinoco como novo gerente de futebol - Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Na véspera da eleição no Vasco, marcada para hoje, em São Januário, Eurico Brandão, o Euriquinho, colocou mais lenha na fogueira da disputa pelo poder para o próximo triênio na Colina. Numa entrevista coletiva, o vice de futebol do clube acusou o ex-jogador Felipe que faz parte da chapa encabeçada por Julio Brant de ligar para o elenco cruzmaltino sugerindo boicote e incentivando os atletas a não ganhar os jogos. Felipe se pronunciou em seguida e afirmou que as declarações são falsas.

"Não há clube que resista. Ex-atleta que liga para os jogadores para boicotar, colocar todos contra todos dentro do clube. Incentiva a não ganharem os jogos. Como o clube sobrevive a isso? Tenho plena convicção de que o presidente vai ser reeleito amanhã (hoje). De repente o departamento de futebol tem um respiro, um alívio. O que acontece aqui é coisa de outro mundo. (...) No futebol acabamos sabendo de tudo. Muitos atletas receberam ligações, outros se reuniram. Os que estavam vindo receberam ligações para não virem. O ex-atleta que fez isso é o Felipe", acusou Euriquinho.

'MEU CARÁTER É HERANÇA'

Após a coletiva do vice de futebol, Felipe se pronunciou: "Minha vitoriosa carreira no Vasco foi conquistada com muito trabalho e dedicação. Meu caráter é uma herança de minha família e da minha formação como atleta nas divisões de base do Vasco. Minha imagem é o meu maior patrimônio, como ex-atleta, ídolo, profissional do futebol e pai de família. Os inúmeros títulos que conquistei no Vasco são o meu orgulho".

O ex-jogador completou: "Portanto, repudio, veementemente, as declarações falsas que essas pessoas insistem em utilizar para tumultuar o processo eleitoral do Vasco a partir do momento que me posiciono a favor da renovação e da transparência".

Felipe ainda pediu que "o vascaíno reflita e veja que tentam enganá-lo ao colocar a culpa na mentira".

Euriquinho, no entanto, disse que isso em nada afetou o desempenho do time no domingo, quando o Vasco empatou em 1 a 1 com o Vitória, no Maracanã, após sair na frente no placar. "Os atletas demonstraram dentro de campo. Mas aí tem que colocar técnico para conversar, jogador na frente um do outro para eliminar fofoca", completou Euriquinho.

Paralelamente à eleição, o time vascaíno se prepara para a partida de amanhã, diante do Santos, na Vila Belmiro. "Não tem preocupação esse treino amanhã (hoje) junto com a eleição. Não vão ter acesso aos jogadores", garantiu Euriquinho.

Comentários