Fla aposta no seu caldeirão

Diante do Cruzeiro, time quer manter sequência de sete jogos invicto na Ilha do Urubu

Por

Rueda conversa com o zagueiro Rafael Vaz e o auxiliar Redin, no Ninho 
do Urubu
Rueda conversa com o zagueiro Rafael Vaz e o auxiliar Redin, no Ninho do Urubu -

Sem suas principais estrelas Diego e Guerrero, o Flamengo tem na Ilha do Urubu seu trunfo para voltar a ganhar no Campeonato Brasileiro a equipe não vence há três rodadas. Contra o Cruzeiro, hoje, às 21h45, o time comandado por Reinaldo Rueda tentará manter o retrospecto recente no estádio: seis vitórias e um empate, nas últimas sete partidas. A derrota mais recente foi para o Vitória, em 6 de agosto.

Além de Diego, na Seleção, e Guerrero, flagrado no antidoping, o treinador não pode contar com Réver, que, lesionado, só volta no fim do mês, Juan, desgastado, e Berrío, que operou o joelho esquerdo e ficará fora até pelo menos o meio de 2018.

"Não é fácil jogar sem cinco jogadores titulares. Qual equipe joga sem Juan, Réver, Diego, Berrío e Paolo? E tivemos 70 minutos ganhando e jogando bem (Grêmio). O que tem que fazer para ganhar? Não é fácil jogar sem goleador. O maior artilheiro no Brasileiro nosso é o Diego, com oito gols. Paolo tem seis", afirmou.

O alerta no Rubro-Negro está ligado. Na última rodada, o time só não caiu para oitavo porque o Vitória empatou o jogo com o Vasco nos minutos finais. Já são sete pontos de diferença para o G-4. Rueda, no entanto, acredita numa arrancada na reta final.

"A tendência do Brasileiro é sempre ser intenso nas últimas rodadas. Todas as equipes buscarem melhor rendimento e melhor posição na tabela. Só com futebol no campo se pode arrumar essa situação", destacou Rueda.

Além da invencibilidade na Ilha, o Flamengo tem histórico recente favorável contra o Cruzeiro, apesar do vice-campeonato da Copa do Brasil. Com os dois empates nas finais dessa competição, são seis jogos sem perder para os mineiros ganhou três, mesma quantidade de igualdades.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários