Vascão empata e perde outra chance de ir ao G-7

No rencontro com São Januário, time pressiona, mas fica no 1 a 1 com o São Paulo

Por MARCELO BERTOLDO

Caio Monteiro é festejado pelos companheiros após o gol de empate
Caio Monteiro é festejado pelos companheiros após o gol de empate - Marcio Mercante / Agencia O Dia

Na volta a São Januário, o torcedor do Vasco ficou com 'gostinho de quero mais'. O empate em 1 a 1 com o São Paulo não foi suficiente para a equipe ingressar no G-7 do Brasileiro. Luta não faltou. Depois de sair atrás no primeiro tempo, com o gol de Marcos Guilherme, o Vasco buscou o empate com Caio Monteiro, mas a virada parou nas defesas de Sidão. Com 49 pontos, o Gigante da Colina segue em oitavo, na cola do arquirrival Flamengo.

Invicto há dez partidas, o Vasco ainda tropeça no elevado número de empates cinco na série sem derrotas para alcançar a sua meta. Com os desfalques de Martín Silva, Breno e Ramon, o técnico Zé Ricardo recompôs a defesa com Gabriel Félix, Rafael Marques e Henrique. Organizada, a equipe teve dificuldade para furar a marcação dos visitantes, mas corria pouco risco. Até a falha de Jean. Ele perdeu a bola na intermediária, de onde Marcos Guilherme arriscou e surpreendeu o goleiro Gabriel Félix numa bola defensável.

Em desvantagem, Zé Ricardo decidiu arriscar. A entrada de Evander no lugar de Gilberto, improvisado como volante, foi a primeira tentativa de abrir a equipe no segundo tempo. Caio Monteiro substituiu Pikachu e foi o cartucho certeiro do treinador. A equipe, com maior posse de bola, já era melhor na volta do intervalo, e chegou ao empate, aos 30, com Caio Monteiro.

Com a entrada de Wagner na vaga de Jean, o Vasco apostou todas as fichas na virada. O São Paulo, dominado, tentava resistir à pressão, que só aumentou após a expulsão do lateral-direito Militão. Exigido, Sidão cresceu no jogo e freou o ímpeto dos donos da casa, com duas defesas difíceis. Se faltou maior capricho nas 23 finalizações ao longo do jogo, sobrou entrega no reencontro do Vasco com a sua torcida em São Januário, algo que não ocorria desde julho, por conta da punição pela confusão no clássico diante do Flamengo.

Zé Ricardo lamentou o empate, mas exaltou o poder de reação do time no segundo tempo. "Não fiquei satisfeito com o resultado, mas com a recuperação da equipe, com a produção do segundo tempo. Acredito que tenhamos produzido o suficiente para vencer a partida. Mas sempre caminhando para a frente, não conseguimos dar um passo maior, mas quarta-feira contra o Atlético-MG vamos fazer melhor", destacou o comandante cruzmaltino.

Galeria de Fotos

Jogo entre Vasco X São Paulo válido pela 34 rodada do campeonato brasileiro no estadio de Sao Januario,, Rj, 12 de novembro. Marcio Mercante
Caio Monteiro é festejado pelos companheiros após o gol de empate Marcio Mercante / Agencia O Dia

Comentários

Últimas de Esporte