Agora é esperar pela bolinha

Já estão definidos potes para sorteio dos grupos da Copa de 2018, dia 1º de dezembro

Por O Dia

Com a definição dos 32 participantes, após a vitória do Peru sobre a Nova Zelândia, quarta-feira, no último duelo da repescagem internacional, a Fifa confirmou ontem os quatro potes do sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia-2018. Como já havia sido anunciado previamente, a divisão foi feita pela posição na atualização mais recente do ranking da entidade, divulgado em 16 de outubro. O sorteio acontecerá no dia 1º de dezembro, no Kremlin, em Moscou.

A presença do Peru no pote 2, após 36 anos sem disputar um Mundial, fez com que a Dinamarca fique no terceiro pote, e a Sérvia, no quarto. Essas eram duas únicas seleções sem potes definidos, já que a Nova Zelândia, caso se classificasse, ficaria no pote 4, deixando a Dinamarca e Sérvia nos potes 2 e 3, respectivamente. Vale lembrar que nas edições anteriores da Copa do Mundo, exceto os cabeças de chave, as equipes eram divididas regionalmente.

RÚSSIA GARANTIDA NO GRUPO A

Agora, as sete melhores colocadas no ranking Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia e França, além da anfitriã Rússia estão no pote 1 e os russos estarão no Grupo A. No pote 2 aparecem Espanha, Peru, Suíça, Inglaterra, Colômbia, México, Uruguai e Croácia. No 3, Dinamarca, Islândia, Costa Rica, Suécia, Tunísia, Egito, Senegal e Irã. No 4, Sérvia, Nigéria, Austrália, Japão, Marrocos, Panamá, Coréia do Sul e Arábia Saudita.

BRASIL NO 'GRUPO DA MORTE'?

De acordo com as regras do sorteio, as chaves não poderão ter mais que uma seleção da mesma confederação. Com isso, o Brasil não poderá cruzar na fase de grupos com peruanos, colombianos e uruguaios. A única exceção é quanto às seleções europeias, já que duas delas podem ficar no mesmo grupo.

Com isso, Tite vive a expectativa de ver a Seleção cair em um suposto 'Grupo da Morte', formado, por exemplo, por Brasil, Espanha, Suécia e Nigéria. O treinador, porém, também pode ter a sorte de ver sua equipe fazer um caminho bem mais tranquilo na primeira fase do Mundial, contra, hipoteticamente, Suíça, Irã e Panamá. A sorte está lançada.

Comentários

Últimas de Esporte