SOBROU O BAGAÇO

Por O Dia

Técnico do Flamengo Reinaldo Rueda
Técnico do Flamengo Reinaldo Rueda - Givan de Souza / Flamengo

A temporada está terminando e não deixa saudade para os clubes cariocas que, sem ter o que comemorar, se agarram numa corrida caricata em busca de vaga para a Libertadores. A pergunta que se faz é simples e objetiva: se chegarem na Libertadores, o que pretendem fazer? Reformular seus elencos, dotando-os de condições ou entrar com a mesma estrutura? Os exemplos estão aí. Botafogo e Flamengo chegaram e saíram. O primeiro, com elenco curto, foi além das expectativas sob o comando de Jair Ventura. Já o segundo teve fartura de jogadores, alto investimento na importação de estrangeiros de segunda linha, fracassando em todas as frentes, deixando tonto e perdido o técnico Reinaldo Rueda (foto), que deve estar arrependido de ter aceitado um desafio para o qual não estava preparado. Sobrou para nós, cariocas, o bagaço da laranja. E o pior é que o futuro é logo ali e não vejo chance de mudar esse triste quadro por falta de vontade e competência.

Comentários

Últimas de Esporte