Abatido, Vasco se agarra à esperança

Nenê reconhece péssimo desempenho contra o Atlético-PR mas reforça pensamento na disputa por uma vaga na Liberta

Por O Dia

Nenê reconheceu a má atuação do time do Vasco, que teve interrompida sequência de 11 jogos sem derrotas
Nenê reconheceu a má atuação do time do Vasco, que teve interrompida sequência de 11 jogos sem derrotas - Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

A derrota por 3 a 1 para o Atlético Paranaense foi um banho de água fria no elenco vascaíno. Mais uma vez, o time fracassou em uma oportunidade de entrar na zona de classificação para a Libertadores e caiu da oitava para a nona colocação, vendo o sonho de disputar o torneio no ano que vem ficar ainda mais distante.

E não foi só o resultado que frustrou os cruzmaltinos. Após 11 jogos sem perder, a equipe de Zé Ricardo teve desempenho abaixo do esperado e foi batida com facilidade. No desembarque do elenco no Rio, o meia Nenê reconheceu a má atuação e considerou o placar justo.

"Chateia muito, pela performance de ontem (domingo). Nas outras vezes estávamos tendo a performance, não estávamos conseguindo o resultado. Realmente a performance foi a nossa grande perda. Resultado justo", disse o jogador.

Apesar do baque, o Vasco segue firme na briga por uma vaga na Libertadores, mas sabe que a missão ficou ainda mais difícil. Para entrar no G-7, a equipe só pode pensar em vitória nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Outra possibilidade é torcer para Grêmio e Flamengo conquistarem a Libertadores e a Sul-Americana, respectivamente, fazendo o G-7 virar G-9, mas Nenê prefere nem pensar nessa hipótese.

"Vamos buscar primeiro o nosso, não torcer pelos outros. Não vamos ganhar a classificação de mão beijada. Temos que pensar em nós e no que temos que fazer dentro de campo para conseguir os pontos. Creio que ganhando os dois jogos nós praticamente estamos dentro", afirmou o camisa 10.

A sequência do Vasco na competição, entretanto, não é nada fácil. Na próxima rodada, enfrentará o Cruzeiro, em Belo Horizonte, e encerra o campeonato contra a Ponte Preta, em São Januário.

Comentários

Últimas de Esporte