A central Thaisa trabalha com o preparador físico Zé Elias na sua reabilitação - Divulgação/ IEE
A central Thaisa trabalha com o preparador físico Zé Elias na sua reabilitaçãoDivulgação/ IEE
Por

A bicampeã olímpica Thaisa segue sua recuperação da cirurgia no joelho esquerdo, realizada em junho, com a confiança aumentando a cada dia. "Realmente estou evoluindo muito bem a cada treinamento. Em quadra consigo fazer mais exercícios, com mais velocidade, com mais mudança de direção, que era o que eu tinha mais dificuldade e agora está saindo com mais fluidez e com um ritmo legal. Quando eu consigo fazer um exercício assim, sem ter muitas dificuldades, sem ter que ficar pensando no movimento, me sinto mais confiante e me dá mais tranquilidade de saber que estou no caminho certo", afirma Thaisa. Ela não contém a ansiedade: "Estou ansiosa desde que acabou a cirurgia. Estou tendo que controlar isso desde o início, mas é complicado. Sou a pessoa mais ansiosa do mundo, tanto que nasci de sete meses".

A central acertou com o seu time, o Eczacibasi Vitra, da Turquia, para jogar por empréstimo no Brasil nesta temporada e foi anunciada neste mês como reforço do Hinode Barueri (SP): "O fato de poder estar com a minha família, de estar na minha casa e com os profissionais da minha confiança é extremamente importante para a minha recuperação."

PARCERIA COM ZÉ ROBERTO

No Barueri, Thaisa será comandada por José Roberto Guimarães, com quem conquistou os dois ouros olímpicos. "A gente está muito mais focado na expectativa de eu conseguir voltar ao meu ritmo, de voltar a ser a Thaisa de antes. Já jogamos 11, 12 anos juntos e nos conhecemos e nos entendemos muito. Muitas vezes num gesto, num olhar, numa expressão, a gente já sabe o que o outro está querendo dizer. A experiência no clube vai ser só para melhorar ainda mais esse relacionamento", diz, com boas expectativas para a Superliga: "O time está indo muito bem. Conquistou o seu espaço e faz o seu papel bem feito. Mas ainda tem o que evoluir."

Você pode gostar
Comentários