Abel mais distante do Flu

Permanência depende de reunião com Pedro Abad, que prevê dificuldades em 2018

Por O Dia

Abel Braga esteve no radar de outros clubes, como o Palmeiras, mas decidiu ficar nas Laranjeiras
Abel Braga esteve no radar de outros clubes, como o Palmeiras, mas decidiu ficar nas Laranjeiras - LUCAS MERÇON / FLUMINENSE

Com a permanência na Primeira Divisão assegurada, o Fluminense já pode iniciar o planejamento para 2018, mesmo faltando duas rodadas para o fim do Brasileiro. A começar pela definição do treinador. Apesar de ter contrato até o fim do próximo ano, Abel Braga vai ficando distante do clube de coração. O Palmeiras o definiu como o plano A e vai aguardar por uma conversa do técnico com o Tricolor para fazer uma proposta.

O próprio Abelão já adiantou que seu futuro vai depender de uma reunião com o presidente Pedro Abad. O problema é que o Fluminense dificilmente vai garantir o que o treinador deseja para 2018: reforços, um grupo mais experiente e uma situação financeira mais tranquila para não conviver com os problemas de atrasos de salário observados nesta temporada.

O próprio presidente tricolor, em entrevista ao blog do PVC, no site UOL, falou abertamente que as perspectivas não serão diferentes de 2017: "Este ano foi difícil e ano que vem também não será muito fácil", disse Pedro Abad.

Nessa situação, Abelão dificilmente irá continuar, já que não pretende ter mais um ano recheado de problemas. Mas, para isso, precisaria entrar em acordo com o Fluminense para a rescisão. O que não seria tão complicado, já que a diretoria sofreu pressão nos últimos meses para demiti-lo, mas manteve a confiança no experiente treinador.

Aí entra o Palmeiras, que já fez contato com Fábio Braga, filho e agora representante do treinador. "Ele não vai responder se eu vou ficar ou não. Isso quem vai decidir é o presidente", disse Abel.

Os paulistas têm a concorrência do Internacional e só irão negociar se houver rescisão com o Flu, pois não pretendem pagar a multa rescisória, de dois salários.

PODERÍAMOS TER VENCIDO COM TRANQUILIDADE, DIZ ZÉ

Foram quatro pontos desperdiçados nas duas últimas rodadas que vão fazer falta ao Vasco no fim do Brasileiro. Mesmo assim, apesar do gosto amargo de ontem, o técnico Zé Ricardo viu sinais de evolução em sua equipe, principalmente em relação ao desempenho coletivo.

"O gol da Chapecoense foi um lance isolado. Lamento porque tivemos performance muito melhor do que contra o Sport. Criamos diversas oportunidades, poderíamos ter vencido com tranquilidade. Futebol é assim", analisou Zé Ricardo.

Ele disse não se preocupar muito em perder posições nesta rodada: "Saímos chateados. Entendemos que merecíamos a vitória sobre a Chapecoense. Agora é esperar para ver o que acontece, o mais importante é manter o equilíbrio."

Comentários

Últimas de Esporte