Roger incendeia o clima no Fogão

Possível acerto com o Internacional causa mal-estar, e atacante pode não jogar mais pelo time alvinegro

Por O Dia

Em negociação avançada com o Inter, Roger ensaia a despedida do Botafogo
Em negociação avançada com o Inter, Roger ensaia a despedida do Botafogo - Vitor Silva/SSPress/Botafogo

O vazamento do iminente acerto de Roger com o Internacional não caiu bem em General Severiano. À espera da reposta do atacante após a contraproposta de renovação apresentada, o Botafogo deve mesmo perder o camisa 9. Com a mudança de cenário, a condição física do jogador não será o único fator que pesará na decisão de relacioná-lo para o confronto com o Palmeiras, segunda-feira, no Allianz Parque.

"Isso é uma situação dele com o clube. Não sabemos até que ponto é verdade. O Roger estava treinando normalmente, mas ainda não conversei sobre isso. Como amigo, quero que ele escolha um caminho para ser feliz", ressaltou o meia João Paulo.

Recuperado após a retirada de um tumor renal, Roger não joga há quase dois meses. Há duas semanas, ele iniciou uma programação especial para se recondicionar e recuperar os quatro quilos de massa muscular perdidos durante a recuperação. Paralelamente, negociava a renovação com o Glorioso e garantiu que não escutaria ofertas até o fim da conversa com o Alvinegro.

Artilheiro do Botafogo no ano, com 17 gols, Roger despertou o interesse do Corinthians. Porém, nos últimos dias, o Inter tomou a dianteira. Ao Botafogo, o estafe de Roger pediu reajuste salarial para R$ 250 mil, luvas diluídas ao longo do contrato (de dois anos), bônus por metas e auxílio-moradia. Aberto a negociar um aumento para o camisa 9, o Alvinegro descartou os valores apresentados. A 'novela' deve ter um desfecho esta semana. Resta saber se com um final feliz.

Comentários

Últimas de Esporte