UM CASO DE ASSÉDIO ABALA O ADVERSÁRIO

.

Por O Dia

Um caso de assédio estremeceu o ambiente no vestiário do Junior Barranquilla. O atacante colombiano Teo Gutiérrez teria mandado, por redes sociais, mensagens inapropriadas à Gladys Ortega, casada com o zagueiro paraguaio Ovelar. Comparada à suposta tentativa de furada de olho, a briga em campo entre Felipe Vizeu e Rhodolfo, do Flamengo, domingo, contra o Corinthians, parece bem menos grave.

Segundo o portal Fútbol sin Límites e o jornal 'Al Día', um áudio atribuído a uma amiga de Gladys explica que a mulher de Ovelar mostrou ao marido as mensagens. O paraguaio contou tudo à diretoria do clube.

Ovelar e Gladys têm dois filhos e são casados há mais de dez anos. Em sua defesa, Gutiérrez disse aos dirigentes do clube, em reunião, que outra pessoa administra as suas redes sociais. Assim, tenta se eximir de qualquer responsabilidade pelas mensagens.

Comentários

Últimas de Esporte