Jair junta os cacos e não desiste da vaga

Vindo de quatro jogos sem vencer, treinador terá que quebrar a cabeça para montar o desfalcado Fogão para domingo

Por O Dia

Técnico demonstra otimismo com a Liberta: 'Temos chances ainda'
Técnico demonstra otimismo com a Liberta: 'Temos chances ainda' - Vitor Silva/SSPress/Botafogo.

O técnico Jair Ventura terá dias de muita pressão e de um árduo trabalho com o elenco do Botafogo. Depois de passar 14 rodadas na zona de classificação para a Libertadores da América, o time perdeu fôlego, tropeçou muito nos últimos jogos e saiu do G-7 do Campeonato Brasileiro.

Agora, já não depende mais das próprias forças para chegar à principal competição continental. Em oitavo lugar, está um ponto atrás de Flamengo e Vasco sexto e sétimo colocados e terá que ligar o secador na última rodada. Precisa vencer e torcer por tropeço de um dos dois.

O problema de Jair é que, além da escassez de bons resultados, terá quatro importantes desfalques para encarar o Cruzeiro, domingo, às 17h, no Nilton Santos. O lateral Gilson, os volantes Bruno Silva e João Paulo e o atacante Rodrigo Pimpão estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo e não jogam.

Brenner, com dores no ombro, não enfrentou o Palmeiras, mas deve ter condições para domingo. Há ainda a pequena possibilidade de contar com Roger, que se recuperou de cirurgia no rim e manifestou vontade de jogar. O problema é que o atacante está inativo há um bom tempo e já acertou com o Inter, o que certamente representaria um desgaste com a torcida. O próprio Jair considera remota a chance de contar com o artilheiro. "Perdeu quatro quilos de massa magra. São 13 jogos sem atuar."

O treinador diz que não há tempo a perder com lamentações e avisa que vai usar o que tem. Jair já deixou claro que conta com o garoto Ezequiel, revelação da base. "É uma joia nossa, velocista. É um menino, temos que ter cuidado. Mas tenho uma necessidade. Não posso esperar e ficar sem opção no banco. Então, é o que temos e vamos usá-lo."

Comentários

Últimas de Esporte