Na Colina, o desafio é controlar a emoção

De olho na Libertadores, Zé Ricardo não quer que o time entre no clima de festa contra a já rebaixada Ponte Preta, domingo

Por ASSINATURA REPÓRTER

Zé Ricardo não espera facilidade no domingo e destaca seriedade de Eduardo Baptista, técnico da Ponte
Zé Ricardo não espera facilidade no domingo e destaca seriedade de Eduardo Baptista, técnico da Ponte - Paulo Fernandes/ Vasco

A missão é controlar a ansiedade e não entrar em campo em clima de festa no domingo, em São Januário, para enfrentar a já rebaixada Ponte Preta, pela última rodada do Brasileirão. Em sétimo lugar na tabela, o time cruzmaltino depende apenas de si para ir à Libertadores e a preocupação é que o estádio lotado não vire uma armadilha na briga por uma vaga no torneio continental.

"Não podemos deixar que a emoção seja protagonista no lugar da razão, dessa forma vamos estar mais próximos do que precisamos fazer. Estamos psicologicamente fortes. Podemos levar um gol, demorar a sair o gol... Temos que trabalhar. Não estamos em clima de festa. A Ponte vem com objetivos, o Eduardo Baptista é muito sério. Vão tentar vencer a partida. Contamos com a ajuda da torcida", afirmou o técnico Zé Ricardo.

Diante da Ponte Preta, o Vasco não poderá contar com Henrique, que cumprirá suspensão. Zé Ricardo disse que o substituto que pode ser Alan ou Gilberto será definido no treino de hoje.

DISPUTA ENTRE EVANDER E JEAN

O treinador também desconversou sobre a chance de Evander entrar no lugar de Jean. Na vitória de 1 a 0 sobre o Cruzeiro, domingo, no Mineirão, Evander começou jogando, mas deu lugar a Jean no intervalo.

"Provavelmente não teremos surpresa na equipe. Trabalhamos tanto com Alan quanto com Gilberto. Amanhã (hoje) temos um treino importante e depois disso vamos decidir. Estou tranquilo, os dois podem fazer (a função). Fora isso não devemos ter surpresa", afirmou Zé Ricardo.

O treinador ainda destacou seu atual momento no comando do Vasco: "Estou satisfeito por ter reencontrado a felicidade em trabalhar, em um clube que me abriu as portas, e também ter reforçado meus conceitos junto ao grupo que encontrei aqui. Esse grupo é maravilhoso, sempre esteve ao meu lado, como também estive ao lado deles durante todo o tempo".

Comentários

Últimas de Esporte