César pega, Vizeu marca e Fla vence

Goleiro substitui Muralha e defende até pênalti. Atacante faz dois gols e leva time à final da Sul-Americana

Por O Dia

Vizeu festeja o seu primeiro gol: o atacante foi decisivo, com três bolas na rede em dois jogos
Vizeu festeja o seu primeiro gol: o atacante foi decisivo, com três bolas na rede em dois jogos - afp

Ao Flamengo o que é do Flamengo. Com César, que tem nome de imperador, pegando pênalti, o time do técnico Reinaldo Rueda venceu o Junior Barranquilla por 2 a 0, ontem, na Colômbia, com dois gols de Felipe Vizeu, e se classificou para a decisão da Sul-Americana. Contra o Independiente, da Argentina, o Rubro-Negro tentará conquistar a Sul-Americana e quebrar 18 anos de jejum de título internacional. Depois da eliminação na primeira fase da Libertadores, o time que conquistou o mundo com Zico se reaproxima do protagonismo no continente.

"A gente sabe que foi merecido. A gente vem trabalhando muito, não podia ser diferente, tinha que sair com a classificação. Eu já tinha falado que nosso time tinha que ter humildade e acreditar no trabalho", disse Vizeu.

Alex Muralha nem no banco ficou Thiago, recém-recuperado de fratura no punho esquerdo, ficou como opção. Diante de um estádio lotado com quase 50 mil colombianos, César reestreava pelo Flamengo, depois de quase dois anos sem disputar uma partida oficial.

Logo aos 5 minutos, o goleiro foi surpreendido com chute forte de Mier. O árbitro Roberto Tobar já havia parado o jogo, mas a defesa, no reflexo, serviu para injetar confiança no escolhido de Rueda.

O lance, no entanto, não convenceu o time do Junior Barranquilla, que aproveitava qualquer brecha na defesa do Flamengo para experimentar a competência do goleiro rubro-negro. Por sorte, a segurança do camisa 24 e a falta de pontaria do adversário jogavam a favor.

No segundo tempo, logo aos 2, o juiz chileno ignorou pênalti de Pará em González. Quatro minutos depois, Felipe Vizeu se livrou da marcação em belo giro, arrancou por 52 metros, invadiu a área e, de canhota, bateu por baixo do goleiro para abrir o placar.

Se César não comprometesse, já bastaria aos rubro-negros. Mas o destino quis testar sua estrela. Aos 43, o goleiro, que há 30 minutos lutava contra câimbras, pegou pênalti cobrado por Chará.

De última opção a herói, César já havia garantido a vaga quando, aos 46, Vizeu completou cruzamento de Rodinei e fechou o placar.

Galeria de Fotos

Vizeu festeja o seu primeiro gol: o atacante foi decisivo, com três bolas na rede em dois jogos afp
Réver sobe mais do que a defesa do Independiente para colocar o Flamengo na frente, aos oito minutos Gilvan de Souza / Flamengo
JOGO DE BÚZIOS RAFAEL GUIRRO / reprodução da internet

Comentários

Últimas de Esporte