GUERRERO SAI OTIMISTA DE JULGAMENTO DA FIFA

Por O Dia

Guerrero afirmou ter provado a sua inocência, ao deixar ontem a sede da Fifa, em Zurique, na Suíça. Após quatro horas de julgamento, o atacante mostrou confiança de que poderá, em breve, voltar aos gramados. A defesa espera que a decisão saia semana que vem terça-feira acaba a suspensão provisória por doping.

"Estou tranquilo, porque sou inocente. Graças a Deus, consegui todas as provas que são fundamentais", afirmou. O exame de Guerrero acusou o metabólito da cocaína benzoilecgonina. Segundo ele, o uso da droga teria sido descartado, o que não significa absolvição: "A Fifa descartou o uso de cocaína. Isso não conta mais."

Embora espere a absolvição, o mais provável é que receba alguma punição. O tempo de suspensão, no entanto, pode ser curto, caso a Fifa aceite a versão da defesa de que teria tomado um chá antigripal contaminado por folha de coca. Assim, poderia, quem sabe, voltar antes da Copa da Rússia. "Minha vida é jogar futebol. Nestes 30 dias me cortaram as pernas. Primeiro é resolver isso", disse.

Comentários

Últimas de Esporte