Barack Obama de jurado?

Ex-presidente atende a convocação de tribunal e pode participar de julgamento

Por O Dia

Se for escolhido, Obama receberá o equivalente a R$ 56 por dia
Se for escolhido, Obama receberá o equivalente a R$ 56 por dia - Joshua Lott /Getty Images/AFP

O ex-presidente Barack Obama respondeu ontem a convocação para servir como jurado ao se apresentar a um tribunal de Chicago para cumprir com este dever, que todos os cidadãos dos Estados Unidos têm. Foi o único a chegar em um comboio e a ser acompanhado por seguranças e por uma multidão de jornalistas.

Como potencial jurado, Obama ex-professor de Direito se juntará a outros cidadãos na Corte para ver se é selecionado para servir em um julgamento. Nesse caso, ganhará a compensação usual de 17,20 dólares por dia.

Antes de comparecer ao tribunal, o ex-presidente tuitou sobre a eleição de terça-feira, na qual os democratas ganharam governos estaduais e prefeituras importantes, no que parece ser um repúdio às políticas do sucessor, Trump. "Isso é o que acontece quando as pessoas votam", escreveu.

Obama não é o primeiro ex-presidente a se apresentar para cumprir este serviço, de que muitos cidadãos tentam escapar. George W. Bush também compareceu em 2015, mas não foi escolhido. Chicago tem experiência com jurados conhecidos: em 2004, a âncora Oprah Winfrey foi jurada de um julgamento por homicídio que durou três dias e acabou com condenação.

Embora a família Obama viva em Washington, o ex-presidente e a esposa, Michelle, mantêm casa em Chicago, onde ele começou a carreira.

Ovelhas aprendem a reconhecer rosto do político

Teste dava petisco às ovelhas - Divulgação

Ovelhas aprenderam a reconhecer o ex-presidente americano Barack Obama depois de terem visto sua foto dezenas de vezes, segundo estudo publicado ontem, que sugeriu que esses animais podem ser mais inteligentes do que pensamos.

Obama foi uma das quatro celebridades usadas em um teste de habilidade de reconhecimento facial com as ovelhas. "Havia muitas imagens disponíveis on-line, de frente e em diferentes ângulos", disse Jennifer Morton, da Universidade de Cambridge. "E também tínhamos certeza de que nossas ovelhas nunca o conheceram pessoalmente!", riu.

Morton treinou oito ovelhas para reconhecer os rostos famosos a partir de uma foto. Toda vez que um animal escolhesse o rosto da celebridade em vez de uma imagem diferente mostrada em uma segunda tela, receberia um petisco.

Em testes subsequentes, as ovelhas escolheram o rosto das celebridades que tinham aprendido a reconhecer oito em cada dez vezes. A "capacidade do animal de aprender a reconhecer uma pessoa a partir de uma fotografia 2D (bidimensional) foi surpreendente, visto que isso requer um processamento complexo do cérebro", disse Morton.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência