A 'Disneylândia' gourmet

Dono da rede Eataly abre megacomplexo culinário com degustação e oficinas

Por O Dia

Oscar Farinetti, Italian businessman, founder of Italian food mall chain Eataly, and creator of FICO (Fabbrica Italiana Contadina - Italian Farming Company), poses during a press tour at FICO Eataly World agri-food park in Bologna on November 9, 2017. 
FICO Eataly World, said to be the world's biggest agri-food park, will open to the public on November 15, 2017. The free entry park, widely described as the Disney World of Italian food, is ten hectares big and will enshrine all the Italian food biodiversity.  / AFP PHOTO / Vincenzo PINTO
      Caption
Oscar Farinetti, Italian businessman, founder of Italian food mall chain Eataly, and creator of FICO (Fabbrica Italiana Contadina - Italian Farming Company), poses during a press tour at FICO Eataly World agri-food park in Bologna on November 9, 2017. FICO Eataly World, said to be the world's biggest agri-food park, will open to the public on November 15, 2017. The free entry park, widely described as the Disney World of Italian food, is ten hectares big and will enshrine all the Italian food biodiversity. / AFP PHOTO / Vincenzo PINTO Caption - AFP/Vincenzo PINTO

Um imenso parque temático destinado a celebrar a cultura gastronômica italiana, da fazenda ao prato, será inaugurado quarta-feira em Bolonha, com a ambição de atrair seis milhões de visitantes por ano. Considerado a "Disneyland dos gourmets", o espaço foi concebido por Oscar Farinetti, fundador do Eataly, um dos conceitos gastronômicos mais bem-sucedidos do mundo na última década, que, com produtos de luxo, conquistou as papilas gustativas de clientes de Nova York, Dubai, China e São Paulo.

Distribuído em dez hectares, o parque, que tem um centro de conferências, quer se tornar uma atração turística e será gerenciado pela Eataly juntamente com o grupo de distribuição italiano Coop.

Financiado por um consórcio de investidores privados e autoridades de Bolonha, Fico, como o parque será chamado, é o acrônimo de Fabbrica Italiana Contadina (Fábrica Camponesa Italiana). Mas também é o nome italiano do fruto da figueira e um termo familiar para dizer "excelente".

Este jogo de palavras faz parte da visão de Farinetti, que imaginou o parque como um lugar onde o visitante pode se divertir com workshops sobre temas específicos que vão desde a fotografia de alimentos até a fabricação de gelo, juntamente com cursos sobre caça a trufas. Um quinto do parque, localizado em um antigo mercado de Bolonha, é ao ar livre, onde vivem 200 animais e 2.000 espécies de plantas.

Mais de 40 restaurantes e exposições de produtos, incluindo espécies raras de carne e doces de alcaçuz, foram programados.

O empresário aposta na paixão que a gastronomia italiana levanta no mundo, pelo uso de produtos simples e genuínos. "Você compra meio quilo de massa, um pouco de azeite extravirgem e tomates de San Marzano, e pode cozinhar um prato delicioso", explica.

"Há uma grande sede de cultura italiana no mundo, e é por isso que apostamos no parque. Quem poderia ter imaginado que a loja Eataly em Nova York iria vender mais do que a Apple Store?", ressalta o sócio Antonio Capaldo.

Galeria de Fotos

A entrada do Parque Fico AFP/Vincenzo PINTO
Doces nas cores da bandeira italiana dão água na boca! E são uma fração do mundo de gostosuras FOTOS AFP/Vincenzo PINTO
Oscar Farinetti, Italian businessman, founder of Italian food mall chain Eataly, and creator of FICO (Fabbrica Italiana Contadina - Italian Farming Company), poses during a press tour at FICO Eataly World agri-food park in Bologna on November 9, 2017. FICO Eataly World, said to be the world's biggest agri-food park, will open to the public on November 15, 2017. The free entry park, widely described as the Disney World of Italian food, is ten hectares big and will enshrine all the Italian food biodiversity. / AFP PHOTO / Vincenzo PINTO Caption AFP/Vincenzo PINTO

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência