Ex-vice de Mugabe assume amanhã

Emmerson Mnangagwa vai tomar posse como presidente do Zimbábue após a renúncia do ditador

Por O Dia

Cercado de seguranças, o 'crocodilo' (de azul) discursa em Harare
Cercado de seguranças, o 'crocodilo' (de azul) discursa em Harare - AFP/Jekesai NJIKIZANA

O ex-vice-presidente do Zimbábue,Emmerson Mnangagwa, vai tomar posse da presidência amanhã, três dias após a renúncia do ditador Robert Mugabe, que ficou 37 anos no poder. 

Mnangagwa estava exilado do país desde o dia 6, quando foi demitido, e voltou ontem para Harare. Ele esteve na vice-presidência do Zimbábue desde 2014 e é apelidado de "crocodilo" por seu caráter implacável. Com 75 anos, o político vai ser o primeiro sucessor de Mugabe desde a independência, em 1980, na qual participou como guerrilheiro.

O presidente do Parlamento, Jacob Mudenda, confirmou que Mnangagwa é o indicado do partido governista Zanu-PF como novo líder. O futuro presidente do Zimbábue tem o desafio de reerguer a economia, já que o país apresenta taxa de desemprego de 90%.

O ditador Mugabe destituiu Mnangagwa acusando-o de deslealdade, em uma estratégia para colocar a esposa, Grace, no cargo e não perder o comando do Zimbábue. Robert Mugabe, de 93 anos, era o chefe de Estado com mais idade no mundo. Já a ex-primeira-dama é 41 anos mais jovem. A decisão revoltou o país e Mugabe foi pressionado a renunciar pelo Exército, pelo partido e pela população, que fez diversas manifestações.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência