Crivella em negociação com a China

Por O Dia

Em reunião na China ontem, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, abriu uma negociação de financiamento com o Banco de Desenvolvimento da China (CDB), em Pequim, para parte da dívida da cidade com o governo federal. A meta é refinanciar cerca de R$ 6,5 milhões (US$ 2 bilhões) que vencem a curto prazo, reduzindo a pressão sobre o orçamento.

"Temos o maior interesse em promover o desenvolvimento e a infraestrutura no Rio, bem como o desenvolvimento de empresas chinesas na cidade. Vamos buscar soluções juntos", afirmou o diretor-geral do CDB (espécie de BNDES local), Jin Tao, que se mostrou empolgado com o projeto de transformar o Rio em uma 'Smart City', que prevê a troca de 450 mil lâmpadas tradicionais pelas de LED e postes com wi-fi e câmeras.

"Nós queremos investir com empresas chinesas", garantiu Crivella. O banco vai analisar as finanças e a estrutura de receita do Rio. Também coletará informações sobre as garantias para a operação dadas pelo Banco Mundial e pelo governo federal, no caso do oferecimento de uma linha de crédito.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro