Hora de economizar água

Parada no fornecimento da Cedae atingirá 8 cidades por até 72 horas

Por ASSINATURA REPÓRTER

Começa amanhã, a partir das 6h, a manutenção preventiva anual da Estação de Tratamento de Águas Guandu. Por causa da intervenção, o abastecimento será interrompido por 24 horas, afetando oito municípios atendidos pela Cedae: Rio de Janeiro, Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Queimados, Mesquita, Nilópolis e Belford Roxo. Em alguns locais, a normalização pode levar até três dias. A companhia solicita que a população economize água e recomponha suas reservas.

A conclusão dos serviços é prevista para as 6h de sexta-feira. O abastecimento começará a ser normalizado logo após o religamento do sistema, mas em algumas áreas isoladas, chamadas pontas de sistema, e regiões mais altas, o fornecimento poderá levar até 72 horas para ser totalmente restabelecido. A Cedae não especificou quais são essas localidades.

A manutenção preventiva faz parte do planejamento operacional da companhia, visando preparar as principais estações para o verão, período do ano em que há maior consumo de água. Cerca de 600 técnicos irão vistoriar minuciosamente os reservatórios e canais de água filtrada da estação de tratamento, adutoras e elevatórias que compõem o sistema do Guandu em diversos pontos da Região Metropolitana.

Imóveis com sistema interno de reserva (cisterna e/ou caixa d'água) não deverão ter problemas de abastecimento. Para isso, a Cedae ressalta que é fundamental reprogramar atividades que demandem grande consumo e utilizar água de forma equilibrada: não lavar carros, não encher piscinas, evitar lavar roupas, não regar jardins e diminuir o tempo no banho, por exemplo.

Um esquema especial foi montado pela empresa para atender hospitais e outros órgãos de atendimento essencial com carros-pipa no período. A estação do Guandu trata cerca de 43 mil litros de água por segundo.

Comentários