PM apreende armas e drogas onde PM foi morto

Várias pessoas acompanharam o velório e o enterro com camisas do Flamengo, time do sargento assassinado com tiro na barriga

Por ASSINATURA REPÓRTER

Sargento Wendel foi enterrado com honras militares em Mesquita
Sargento Wendel foi enterrado com honras militares em Mesquita -

Um homem foi preso ontem na comunidade da Palmeirinha, em Honório Gurgel, durante operação realizada pela PM para localizar envolvidos no confronto que matou o sargento Wendel Nascimento na segunda-feira. Policiais do 9º BPM (Rocha Miranda) apreenderam com o suspeito, não identificado, um fuzil, uma granada, um radiotransmissor e drogas. A ocorrência seguiu para a Central de Garantias Norte.

Cerca de 300 pessoas compareceram ontem ao Cemitério Jardim da Saudade de Mesquita para o velório e enterro do sargento Wendel Nascimento, de 44 anos, morto após ser baleado por fuzil em um confronto em Honório segunda-feira. O policial usava colete à prova de balas, mas o disparo atingiu a lateral da vestimenta, que não tem proteção balística. Lotado no 9º BPM, ele foi o 116º PM assassinado este ano.

Policiais de diversos batalhões, incluindo o Batalhão de Choque, fizeram honras militares a Wendel. Dezenas de presentes usavam a camisa do Flamengo, time do coração do policial. Um de seus filhos puxou o hino do clube após discursar: "Nós te amamos, vamos sentir muito a sua falta", disse, emocionado. Uma irmã de Wendel também prestou suas últimas homenagens. Além dos elogios ao irmão, ela agradeceu à PM pelos serviços.

A PM esclareceu que possui 35 mil coletes, dos quais 18 mil suportam disparos de fuzil e 17 mil, até de metralhadoras.

AÇÃO NA VILA KENNEDY

Na Vila Kennedy, ação do 14º BPM (Bangu) e da UPP terminou com três suspeitos mortos após confronto e outros três presos. Segundo a PM, eles portavam um fuzil AK47, duas pistolas e material entorpecente a ser contabilizado. O registro foi feito na 34ª DP (Bangu). Os nomes não foram divulgados.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários