Alerj também cobra da polícia

Por O Dia

Nem a Polícia Civil nem o Comando Militar do Leste esclareceram o motivo da operação. A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí vai ouvir os policiais que participaram da ação. "É um caso grave, e as circunstâncias precisam ser esclarecidas. Não é normal sete pessoas serem assassinadas no mesmo lugar", afirmou o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alerj. A comissão vai fazer contato com as famílias para apurar os fatos.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro