Milicianos são suspeitos de atear fogo em vans

O crime aconteceu na Estrada do Campinho, em Campo Grande. Polícia Civil investiga disputa de paramilitares pelo controle da região

Por O Dia

Os dois veículos faziam o trajeto Campinho-Campo Grande na manhã de ontem, quando foram incendiados por criminosos armados
Os dois veículos faziam o trajeto Campinho-Campo Grande na manhã de ontem, quando foram incendiados por criminosos armados - REPRODUÇÃO

Duas vans que faziam transporte de passageiros foram incendiadas na manhã de ontem, na Estrada do Campinho, em Campo Grande. Segundo a Polícia Civil, a principal linha de investigação aponta para o envolvimento de grupos de milicianos que disputam o controle da região. Ninguém ficou ferido na ação.

O crime aconteceu por volta das 7h. Testemunhas contaram que três homens armados com pistolas abordaram as vans na esquina com a Rua Frei Thimoteo, próximo ao Ciep Brizolão Octávio Malta, e deram ordem para que todos descessem com as mãos para o alto e as blusas suspensas.

Os motoristas das duas vans, que faziam o trajeto Estrada do Campinho-Campo Grande, chegaram a ser revistados pelos criminosos. Enquanto um deles, com uma pistola dourada, apontava a arma para os motoristas, os outros dois suspeitos atearam fogo nos veículos. De acordo com os passageiros, os bandidos não fizeram nenhum tipo de comentário sobre a motivação para o incêndio.

Segundo a 35ª DP (Campo Grande), responsável pelo caso, os criminosos estavam em um Hyundai HB20 preta e fugiram em direção à Avenida Brasil, após as chamas tomarem conta das vans. O Corpo de Bombeiros foi acionado para combater o fogo e a Polícia Civil realizou perícia no local e nos veículos incendiados. Os agentes buscaram imagens de câmeras de segurança da região para tentar identificar os criminosos envolvidos na ação.

Uma das testemunhas ouvidas pelos policiais contou que, na região onde o crime aconteceu, há boatos sobre uma disputa entre grupos rivais de milicianos pelo controle da região. O local é conhecido como Conjunto Campinho. No registro de ocorrência da 35ª DP, o delito foi tipificado como crime de incêndio e de formação de organização paramilitar ou milícia particular para a prática de crime.

Galeria de Fotos

Os dois veículos faziam o trajeto Campinho-Campo Grande na manhã de ontem, quando foram incendiados por criminosos armados REPRODUÇÃO
Iguassú Volks Club vai marcar presença com seus carros antigos Divulgação

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro