Investigações não devem abalar eleição

Por O Dia

Mesmo com o avanço das investigações contra a cúpula do PMDB do Rio, o cientista político Paulo Baía, da UFRJ, avalia que o partido pode não ser abalado nas eleições estaduais do ano que vem. "Quanto maior a indignação com tudo que anda acontecendo, maior o volume de votos brancos, nulos e abstenções, o que facilita a vida das atuais estruturas de poder. Se essa tese se consolidar, o principal candidato ao governo do Rio é o Eduardo Paes, mesmo desgastado".

Jorge Picciani era o último cacique do partido no estado que não havia sido alvo das investigações, apesar de já ter sido citado em mais de uma delação na Lava Jato. Até então, a legenda vinha planejando duas possíveis candidaturas. O mais cotado é o ex-prefeito Eduardo Paes, que começou a organizar seu retorno à política fluminense. Outro sonho antigo do presidente da Alerj era ter um dos filhos, o deputado Rafael ou o ministro Leonardo Picciani na cadeira de governador.

Comentários