Chovia forte no momento da tragédia

Por O Dia

"Estava dirigindo um pouco à frente do ônibus, quando ouvi um grande estrondo. Chovia forte na hora. Parei e fui a pé em direção ao veículo", contou o caminhoneiro Geovane Marcelino Gomes, de 65 anos. Um parente de passageiro disse que ele contou ter ouvido barulho de pneu estourando. A empresa Trel, dona da viação Divina Luz, informou que o veículo estava em boas condições e que vai colaborar com as investigações, além de prestar assistência às vítimas.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro