Camarão e bolinho da bacalhau

Por O Dia

Camarão, bolinhos de bacalhau e queijos, inclusive de cabra, além de iogurtes e refrigerantes. Tudo isso foi encontrado em vistoria do Ministério Público estadual, nesta sexta, na Cadeia de Benfica. O ex-governador Sérgio Cabral foi chamado pela direção para seguir a inspeção, já que seria o dono de alguns dos alimentos.

As imagens, veiculadas pela 'Globonews', mostram o ex-governador cabisbaixo diante da descoberta. É possível ver que pelo menos um tonel com gelo tinha o nome Cabral no topo. Segundo o MP, os alimentos irregulares eram não só para Cabral, mas para presos da Lava Jato, como Adriana Ancelmo, Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, além de Garotinho e Rosinha, presos em outra operação.

A Seap respondeu que todo o visitante de interno do sistema penitenciário pode levar até três bolsas de supermercado com alimentos ou itens de higiene pessoal. O órgão ressaltou que o recipiente com gelo encontrado era artesanal e feito com baldes de plástico pelos próprios internos. E acrescentou que em todas as unidades prisionais existem fornos de micro-ondas no pátio de visitas para presos e visitantes.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro