Protesto contra o reajuste do IPTU

Associações de moradores realizam ato para criticar aumento do imposto

Por O Dia

Manifestantes se reuniram nas areias da Praia de Copacabana
Manifestantes se reuniram nas areias da Praia de Copacabana - Divulgação

Os 31 vereadores do Rio que votaram pelo reajuste do IPTU tiveram um enterro simbólico nas areias da Praia de Copacabana. Um grupo de 17 associações de moradores realizou, na manhã de ontem, o ato 'Acorda, Rio', contra o aumento do imposto.

"O evento nasceu no dia da votação do IPTU. Ficamos indignados porque esses vereadores foram nos bairros pedir votos, mas hoje estão trocando seus votos por cargos. Nós estamos fazendo isso para que eles não sejam mais eleitos", explica Delair Dumbrosck, presidente da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca.

Durante o protesto, os manifestantes vaiaram os parlamentares que votaram a favor do aumento e gritaram palavras de ordem como "vai ter troco", em referência às próximas eleições. Eles também empunhavam cartazes com as fotos dos vereadores e os respectivos partidos políticos. Uma imagem do prefeito Marcelo Crivella foi colocada dentro de uma boia no formato de um abacaxi.

A presidente da Associação de Moradores e Amigos de Botafogo, Regina Chiaradia, contou que a expectativa é realizar novos atos. "É o primeiro de muitos. Nossa ideia é fazer o próximo em janeiro, quando o carnê chegar em casa. É uma situação inimaginável um aumento desse diante de uma crise tão séria".

O projeto de reajuste foi aprovado em 5 de setembro e prevê a atualização do IPTU e da Taxa de Coleta Domiciliar de Lixo, além de alterar a alíquota padrão do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), de 2% para 3%.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro