Corpo de guarda é achado no Guandu

Por ASSINATURA REPÓRTER

Desaparecido desde a madrugada de domingo, o guarda municipal do Rio, Peter de Almeida Ramos, de 30 anos, foi encontrado morto, com marcas de tiro, no Rio Guandu, próximo à estação de tratamento, em Japeri, na Baixada Fluminense, ontem. Outros três corpos baleados, ainda não identificados, também foram encontrados no local. As buscas dos bombeiros foram realizadas entre 8h20 e 13h30.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) não afasta que todos possam ter sido mortos no mesmo momento e pelos mesmos autores. "Todas as hipóteses serão checadas", disse o delegado Giniton Lages, titular da especializada.

A família do servidor teria recebido informações de que traficantes confundiram o guarda com um policial por conta de seu porte físico e o mataram. Peter estava em uma festa perto de casa, em Nova Belém, Japeri, quando foi levar um amigo no Morro do Orfanato, no mesmo município, e não foi mais visto.

O Portal dos Procurados (2253-1177) oferece recompensa de R$ 5 mil por informações que ajudem a identificar e localizar os envolvidos na morte do agente.

Em audiência na Câmara Municipal para pedir aumento do efetivo do 24º Batalhão (Queimados), que também abrange Japeri, o prefeito Carlos Moraes disse que o município é palco de um "confronto violento" entre traficantes de Japeri e da capital por causa do furto de 50 fuzis de uma das facções.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro