Hospital perde o corpo de bebê

Por O Dia

Um casal não consegue enterrar o filho recém-nascido porque os funcionários do Hospital Pasteur, no Méier, não sabem onde está o corpo da criança. O bebê morreu na barriga da mãe no domingo, após a jovem passar mal no sábado e dar entrada na unidade de saúde. Leitores comentam.

"Quando vejo uma criança, ela inspira-me dois sentimentos: ternura, pelo que é, e respeito pelo que pode vir a ser" (Pasteur) Só que não!

Thiago Amorim

Pelo Facebook

Quase morri nesse hospital, para nunca mais procurar ajuda lá!

Paula Ângela

Pelo Facebook

Que horror! Quem garante que esse bebê realmente veio a óbito? Cadeia nessa cambada de irresponsáveis!

Nilzete Da Silva Frederico

Pelo Facebook

Quero ver o desfecho. Se jogaram no lixo, cadê o lixo?!

Norminha Pereira

Pelo Facebook

A mãe não tem nem o direito de poder enterrar o filho...! Que absurdo... história mal contada. Será que faleceu?

Sabrina Batista

Pelo Facebook

Será que esse bebê morreu mesmo, ou foi desviado?

Maria Das Graças Dos Santos

Pelo Facebook

Um hospital de um porte desse não tem CFTV...?

Giovani Machado

Pelo Facebook

Será que foi nos panos do Centro Cirúrgico e jogado no lixo? Meu Deus, que descaso com uma vida!

Adriana D'Almeida Pereira

Pelo Facebook

Será que o bebê morreu mesmo, ou venderam para adoção ilegal?

Emmanuelle Tavares

Pelo Facebook

Lembrando que o Pasteur é um hospital particular.

Fabiola Alves

Pelo Facebook

Eu acho que esse caso pode estar ligado a venda de órgãos.

Bianca Stella Lemos

Pelo Facebook

Eu acho que esse bebê pode estar vivo em algum lugar.

Geanne Corrêa

Pelo Facebook

Comentários