Adeus falta d'água!

Promessa da Cedae é solucionar problema em Japeri até 2019

Por O Dia

Concessionária já começou as vistorias e estudos na cidade. Obras vão beneficiar cerca de 100 mil pessoas
Concessionária já começou as vistorias e estudos na cidade. Obras vão beneficiar cerca de 100 mil pessoas - Divulgação

O problema da falta de abastecimento de água em Japeri deve ser solucionado até outubro de 2019, segundo promessa do presidente da Cedae, Jorge Briard. Há tempos, os moradores da cidade sofrem com a falta dágua nas torneiras.

"A situação é crítica na nossa cidade, é inaceitável. São os nossos rios que mantêm o sistema de abastecimento do Guandu para atender ao município do Rio e parte da Região Metropolitana. Japeri sempre foi tratada com descaso. Mas, agora, acredito que nossa realidade realmente vai mudar", desabafou o prefeito Carlos Moraes.

De acordo com Jorge Briard, a solução para o abastecimento acontecerá em etapas. No primeiro momento, será uma recuperação emergencial com ações paliativas, como a implantação e extensão de rede e sistema de bombeamento em pontos críticos da cidade.

MANUTENÇÃO DAS ELEVATÓRIAS

A Cedae vai promover a limpeza e manutenção das elevatórias dos Morros do Piupiu, Bonfim, Pecado, Sião e Somep, em Nova Belém.

As intervenções devem acontecer até abril de 2018, quando começará a segunda etapa de ações que vão resolver definitivamente o abastecimento de água na cidade.

"O abastecimento de Japeri vem da represa de São Pedro e depende dos recursos naturais. Este ano, o reservatório ainda está operando com metade da sua capacidade. Além disso, ao longo dos anos, a cidade não recebeu investimentos necessários para acompanhar o seu crescimento", admitiu Briard.

Entre as intervenções, estão previstas a construção de um reservatório e de uma Estação de Tratamento de Água, instalação de duas elevatórias e sistema de tratamento do lodo. A obra está prevista para terminar até o fim de 2019.

Comentários