Revisão antes de pegar a estrada

Fabricante de peças lista orientações de equipamentos que devem ser verificados antes de viajar

Por O Dia

Manutenção deve ser feita antes de pegar a estrada
Manutenção deve ser feita antes de pegar a estrada - Divulgação

Nesta época de fim de ano, em que as viagens de carro são mais comuns, é sempre bom chamar a atenção para a manutenção preventiva, para que o prazer e a diversão não se transformem em dor de cabeça. A orientação é clara: antes de pegar a estrada, procure fazer uma revisão no carro.

Diversos componentes devem ser examinados na inspeção, que deve ser feita por um profissional de confiança. A Bosch, fabricante de diversos componentes para automóveis, lista algumas orientações sobre os itens que devem ser verificados.

Bateria

Para identificar o estado da bateria, deve-se observar se a partida está fraca, ou seja, se é preciso girar a chave por mais tempo ou repetidas vezes para que o veículo funcione. Se o veículo estiver nessa condição, procure uma oficina de confiança.

Uma bateria com carga enfraquecida nem sempre está danificada. Se houver um defeito na parte elétrica do veículo ou se algum equipamento ficar ligado por muito tempo, a bateria pode descarregar. Nesse caso, apenas uma recarga resolve o problema, não sendo necessário trocar a bateria. Mas, caso isso ocorra, é necessário corrigir o problema elétrico no veículo para que a bateria não volte a ficar com carga baixa. Se isto se repetir com frequência, a vida útil da bateria ficará comprometida.

Filtros

Quando em bom estado de conservação, os filtros de óleo, ar e combustível auxiliam na redução do consumo de combustível e no nível de emissão de poluentes. Profissionais qualificados conseguem avaliar se a performance desses itens está afetando a eficiência e o funcionamento do veículo. Também é necessário que as trocas ocorram periodicamente, conforme recomendação do fabricante, dispostas no manual do proprietário do carro.

Velas

Escolha postos de combustível de confiança para abastecer. Combustíveis adulterados ou de procedência duvidosa encurtam a vida útil das velas e podem provocar superaquecimento das peças e carbonização dos eletrodos, além de uma série de outros problemas.

A troca das velas de ignição também deve ocorrer periodicamente, conforme a recomendação do fabricante do veículo. Velas gastas ou danificadas podem prejudicar o desempenho do carro. Na troca das velas, o mecânico deve consultar o manual do veículo ou a tabela de aplicação do fabricante. A verificação do modelo correto de vela para o motor é essencial para o bom funcionamento do veículo.

Cabos

Ao levar o carro no mecânico para a verificação do estado das velas, também devem ser observadas as condições dos cabos de ignição, que são os responsáveis por conduzir a corrente elétrica de alta tensão produzida na bobina de ignição às velas do motor. Um cabo de ignição danificado pode gerar problemas de interferências eletromagnéticas ou fuga de corrente, causando falhas no motor, consumo excessivo de combustível e problemas no catalisador.

Freios

A verificação do sistema de freios também está especificada no manual do proprietário. Ele é o guia para a inspeção de todos os componentes do sistema, o que pode ser feito visualmente ou por meio de equipamentos específicos. Esta verificação indicará a necessidade de substituição dos componentes, o que garante maior segurança e um menor custo na manutenção do sistema.

Na hora de substituir o fluido de freio é importante levar em consideração a especificação correta para cada tipo de veículo e garantir a substituição completa do item. Por isso, a orientação é sempre seguir as especificações do manual do proprietário do veículo. A aplicação de um fluido não adequado pode reduzir a eficiência da frenagem, colocando em risco a segurança.

Em caso de viagem, comum nesta época, a Bosch recomenda que a revisão do sistema de freios seja feita com no mínimo duas semanas de antecedência, tendo em vista que no caso de troca de discos e pastilhas é preciso observar cuidados no período de assentamento do material de atrito para a acomodação do sistema, evitando, nesse período, freadas bruscas e em altas velocidades.

Debaixo do carro

A manutenção voltada para a parte inferior do veículo, precisa de equipamentos que garantam o perfeito alinhamento, balanceamento e montagem das rodas para evitar o desgaste prematuro dos pneus e dos componentes da suspensão. Pneus desalinhados e gastos aumentam o consumo de combustível e os riscos de acidentes.

Galeria de Fotos

Antes de viajar, motorista deve checar itens como bateria, velas, filtros, cabos e sistema de freios fotos Divulgação
Manutenção deve ser feita antes de pegar a estrada Divulgação
Manutenção deve ser feita antes de pegar a estrada Divulgação

Comentários

Últimas de Automania